×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Júlio Dinis será o homenageado na Feira do Livro de 2021

Carolina Bessa Carolina Bessa

júlio dinis

Este é um renomado autor portuense do século XIX.

A Feira do Livro do Porto 2020 terminou este domingo, dia 13 de setembro, e nesse dia, em entrevista à “Rádio Estação”, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou que será o autor portuense, Júlio Dinis, o homenageado na edição do próximo ano.

Segundo declarações do Presidente da Câmara, este é um autor

“(…) cujo mérito carece de reconhecimento.”

Mais ainda, acrescenta Rui Moreira,

“(…) Júlio Dinis é um escritor muito mal compreendido, é um escritor mal lido (…). Acho que pode abrir de facto caminho a uma Feira do Livro mais uma vez surpreendente, de um escritor que precisa dessa (re)descoberta”

O autor

Júlio Dinis, como todos conhecemos, é, na verdade, pseudónimo para Joaquim Guilherme Gomes Coelho. Este é um autor portuense muito importante do século XIX, que, para além de escritor foi também médico.

Publicidade

Teve um papel importante no Romantismo, no Porto, e por isso, e todas as outras razões, é fortemente homenageado na cidade, dando nome a uma rua e à maternidade, por exemplo. Para além disso, dá o nome a ruas em cerca de 70 localidades do país.

Entre as suas obras, destacamos “As Pupilas do Senhor Reitor” ou “Os Fidalgos da Casa Mourisca”, que foram, posteriormente, adaptadas para cinema.

A Feira do Livro de 2020

Esta foi uma edição desafiante, tendo em conta a pandemia que vivemos atualmente. Ainda assim, Feira do Livro de 2020 do Porto contou com cerca de 100 mil visitantes, que desfrutaram de um imenso e completo programa cultural, desde a literatura à música e às artes circenses. Foi um verdadeiro festival cultural que cumpriu as regras de higiene e segurança e primou pela organização exímia.

Assim, só nos resta esperar por 2021 e por uma edição livre dos constrangimentos do novo coronavírus e cheia, mais uma vez, de cultura, numa edição em que revisitaremos o universo do saudoso autor Júlio Dinis.

Foto de capa: @agoraporto

Notícias O Que Fazer