×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Pagamento do estacionamento de rua temporariamente suspenso em algumas zonas

Porto Secreto Porto Secreto - Editor

Pagamento do estacionamento de rua temporariamente suspenso em algumas zonas

A zona ocidental da Cidade, que inclui a Foz, Aviz e Pinheiro Manso não terá parquímetros ativos, ao contrário da zona central da Cidade.

Esta segunda-feira, dia 18, arranca mais uma iniciativa da Câmara do Porto com o intuito de ajudar os residentes durante este período de recolhimento que atravessamos. Deste modo, a Câmara anunciou na sua página que se encontra escusado de pagar o estacionamento de rua, a título excecional e temporário, quem:

  • Se encontra à espera da emissão de avença ou viu os seus pedidos recusados por falta de quota;
  • Residir na zona ZEDL – Foz, Aviz e Pinheiro Manso, zona de operação direta da câmara.

O Município do Porto tem estado a contactar os avençados que não apresentaram pedido de renovação, de forma a permitir, excecionalmente, a sua renovação. Para este efeito, foi também disponibilizado um formulário, disponível no Balcão de Atendimento Virtual da página da Câmara do Porto, para quem ainda pretenda a renovação.

estacionamento pago
@cmporto

A Câmara do Porto relembra na sua página oficial que a implementação da Zona de Estacionamento de Duração Limitada (ZEDL) da Foz, Aviz e Pinheiro Manso

‘constituiu uma medida fundamental para o equilíbrio das condições de mobilidade nesta área do Porto, apoiando o comércio local, a atratividade dos serviços e protegendo os moradores que, na sua grande maioria, passaram a dispor de capacidade de estacionamento na via pública numa área da cidade onde a taxa de motorização é das mais elevadas e a capacidade de estacionamento limitada.’

Nas zonas mais centrais do Porto e no Polo Universitário da Asprela manter-se-á o pagamento do estacionamento de rua, uma vez que muitos dos serviços se encontram abertos, sendo esta uma medida para proteger os residentes destas zonas.

Publicidade

 

@cmporto

Não te esqueças que esta iniciativa permanecerá apenas durante o período de confinamento obrigatório, à semelhando do que foi feito no primeiro confinamento.

Foto de capa @cmporto

Notícias