×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Como era o Palácio de Cristal antigamente

Carolina Bessa Carolina Bessa

palácio de cristal

Era um edifício em ferro e vidro de inspiração britânica.

Atualmente conhecemos o edifício como SuperBock Arena/Pavilhão Rosa Mota, que acolhe todo o tipo de eventos, desde culturais a desportivos. Contudo, nem sempre foi assim e é precisamente pelo que lá existiu no passado que, ainda hoje, este local é conhecido como Palácio de Cristal.

Até 1951, ano em que foi demolido, existia um edifício todo em vidro, cuja construção, pelo britânico Thomas Dillen Jones, foi inspirada no Crystal Palace londrino, daí o seu apelido que perdura até aos dias de hoje.

O local que apelidamos de Palácio de Cristal, foi o escolhido para a construção deste palácio de vidro e chamava-se, na altura, campo da Torre da Marca. Este projeto foi inaugurado em 1865 e foi pensado para receber a Grande Exposição Internacional do Porto, que recebeu, nesse mesmo ano, mais de três mil expositores do mundo inteiro.

Este era um espaço, portanto, da elite portuense, que foi posteriormente completado com os magníficos jardins do Palácio de Cristal, pelo arquiteta paisagista Émile David.

O Palácio de Cristal – um espaço cultural (e fotos da época)

Este era um edifício em ferro e vidro que media cerca de 150 metros de comprimento, 72 metros de largura e estava dividido em três espaços, ou naves, como eram conhecidos. Depois de completado com os jardins, este passou a ser um local de eleição para os encontros da elite portuense.

Publicidade

O Palácio de Cristal foi construído para receber exposições e outros eventos culturais, e assim cumpriu o seu propósito durante algum tempo. No seu interior, também ele majestoso, existiam dois teatros, o Teatro Gil Vicente e o Teatro Popular e outras salas de cultura e lazer, como gabinetes de leitura, salas de jogos, de exposições de arte, entre outras.

Assim, este foi um espaço que vingou durante mais de 80 anos. Contudo, e como aconteceu a muitos locais emblemáticos do país e da cidade do Porto, este começou a degradar-se, devido à falta de fundo para manutenção. O edifício manteve-se ativo, ainda que cada vez mais degradado, até 1951, ano em que foi demolido.

No seu lugar foi construído um pavilhão desportivo, que ficou conhecido como Pavilhão Rosa Mota e que é hoje a SuperBock Arena.

palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto
palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto
palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto | Trecho do antigo lago
palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto
palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto | Sala de Jantar do Restaurante do Palácio
palácio de cristal
Arquivo Municipal do Porto | Sala de Jantar do Restaurante do Palácio

Foto de capa: Arquivo Municipal do Porto

O Que Fazer