×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Pelas ruas do Porto: à descoberta da rua de Sant’Ana

Carolina Bessa Carolina Bessa

rua de sant'ana

Pertence às freguesias da Sé e São Nicolau.

Já é sabido que aqui no Porto Secreto procuramos todas as semanas descobrir mais uma história sobre a cidade Invicta. Já desvendamos a origem do nome da rua de Cedofeita e da rua da Bainharia (entre muitas outras) e hoje dedicamo-nos à rua de Sant’Ana.

Este arruamento pertence às freguesias da Sé e São Nicolau, mas nem sempre se chamou assim, como conhecemos atualmente. Ora, é precisamente por isso que quisemos saber mais. Como sabemos, há ruas muito antigas na Invicta, que marcam determinados períodos de tempo, pessoas individuais, ou classes, o que ainda enaltece mais a importância deste conhecimento.

Hoje queremos descobrir que parte da nossa história nos é contada pela rua de Sant’ana. Se partilhas esta paixão, junta-te a nós nesta viagem ao passado.

O nome original

Antes de ser conhecida como rua de Sant’Ana, como é atualmente, esta era a antiga rua das Aldas. Nos dias de hoje, esta rua das Aldas corresponde à antiga rua de Pena Ventosa que, por sua vez, era a antiga rua de Palhais. Porquê tantas mudanças? Os motivos permanecem ainda pouco claros.

Contudo, pensa-se que esta não foi a primeira vez que a rua em questão mudou de nome. Diz-se também já ter sido conhecida como rua do Colégio, por albergar um Colégio de Jesuítas, o Colégio de São Lourenço. No entanto, há dúvidas sobre se não seriam duas ruas distintas ou se era, efetivamente, a mesma.

Mas, voltando à rua de Sant’Ana, esta deve o seu nome à porta (ou arco) de Sant’Ana, por onde a rua passa. Esta foi uma das quatro portas edificadas durante o domínio romano e foi, mais tarde, reconstruída e eternizada por Almeida Garrett no romance “O Arco de Sant’Ana”.

Publicidade

Hoje, se passeares por esta rua, ainda encontras um pequeno altar envidraçado a Santa Ana, que lhe deu o nome, e a quem se presta uma homenagem.

A importância da rua

A atual rua de Sant’Ana (antiga rua das Aldas), que é hoje uma delícia para quem por lá passeia, por ser rústica e ainda com traços medievais, foi, em tempos, de grande importância para a cidade. Era por aqui que se acedia à zona ribeirinha da cidade e, por consequência, à atividade mercantil da altura. Não é , pois, por acaso, que foi aqui construída uma das portas da muralha romana.

Para além disso, esta rua é também conhecida por ter sido instalada uma das primeiras Judiarias do Porto, a Judiaria Velha e, segundo consta, a primeira sinagoga da cidade.

Descobre a história do nome da rua dos Caldeireiros

Foto de capa: flickr.com/kwkfld Photos

O Que Fazer