×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

A partir de setembro o Porto vai encher-se de espetáculos (e são gratuitos)

Carolina Bessa Carolina Bessa

cultura em expansao

“Cultura em Expansão” traz 38 espetáculos à cidade.

A inciativa faz parte do programa “Cultura em Expansão”, da Câmara Municipal do Porto, e pretende estimular a criatividade artística em toda a cidade. Estava planeado para ter início em fevereiro e prolongar-se até dezembro, mas tendo em conta a pandemia, também este evento teve de ser reorganizado.

Sujeito, então, a uma reorganização e recalendarização, o programa “Cultura em Expansão” regressa já em setembro, no fim de semana de 4, 5 e 6. Não esquecendo o contexto atual, há novas regras de funcionamento para que tudo corra como o esperado, tais como:

  • O levantamento dos bilhetes deve ser feito duas horas antes do início do espetáculo;
  • Os lugares serão sentados;
  • A chegada ao local deve ser feita, preferencialmente, 30 minutos antes do início;
  • O uso de máscara é obrigatório, bem como a higienização das mãos.

Sabemos que esta é a nova realidade, tal como o distanciamento social, mas é o necessário para que estas iniciativas, que tanta falta nos fazem, possam acontecer. Assim sendo, e tendo tudo isto previsto, vão mesmo realizar-se 38 espetáculos, gratuitos, a partir de setembro e até dezembro.

A programação espalha-se por diversos pontos da cidade. Alguns deles são a Quinta do Covelo, a Junta de Freguesia de Campanhã, o Grupo Musical de Miragaia ou a Casa D’Artes do Bonfim, entre outros.

Publicidade

O programa completo

O programa completo já está disponibilizado e podes consultar aqui. Mas, no entretanto, deixamos-te aqui o que vai acontecer no primeiro fim de semana de abertura (4, 5 e 6 de setembro). Este será dedicado, em exclusivo, a atividades ao ar livre.

  • 4 de setembro: peça “Os Sete Pecados Mortais”, da Companhia Palmilha Dentada, na Quinta do Covelo;
  • 5 de setembro: peça “Os Sete Pecados Mortais”, da Companhia Palmilha Dentada, no Ringue da Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira – Previdência/Torres;
  • 6 de setembro: “Campanhã é a minha casa”, no Monte do Forte/Azevedo. Neste projeto, segundo a autarquia,

“(…) os moradores são desafiados a partilhar as suas coleções de filmes e registos de família, que servirão de base à criação de três curtas metragens pelos realizadores Sónia Amen, Cláudia Varejão e Edgar Pera.”

Não percas também os concertos no Palácio

Foto de capa: @CulturaEmExpansao

Cultura