×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

CORONAVÍRUS: restrições e encerramentos no Porto

Carolina Bessa Carolina Bessa

limitações porto

Conhece as restrições e encerramentos no Porto em vigor até 2 de abril devido ao Estado de Emergência.

De forma a travar a propagação do coronavírus, o Governo decretou um conjunto de medidas. Estas afetam áreas como o comércio, o entretenimento e a cultura e, por isso, importa esclarecer que entidades continuam abertas, quais as que fecham e as restrições que se aplicam ao funcionamento das restantes.

Este será um artigo em atualização, de forma a espelhar as alterações mais recentes impostas pela Câmara Municipal do Porto, a Direção-Geral da Saúde e o Governo.

Com a declaração do Estado de Emergência, a 18 de março, a cidade irá mudar de forma categórica e haverá muita coisa que não podes fazer e muitos estabelecimentos e serviços que não poderás frequentar. Em traços gerais, os estabelecimentos comerciais com atendimento ao público deverão encerrar e só devem permanecer abertos os espaços que vendem bens de natureza essencial. Eis a lista:

  • Restaurantes, Cafés e Padarias

– A recomendação é que todos os restaurantes e cafés encerrem, sendo permitido que mantenham serviços de take-awaye entrega ao domicílio.

– As padarias podem manter-se abertas, já que se enquadram no grupo referido pelo Primeiro-Ministro de estabelecimentos que “vendendo bens ou serviços essenciais à vida das pessoas, podem, e eu diria até devem, manter-se abertos”.

  • Discotecas e Bares

Todas as discotecas e bares estão fechados. 

  • Lojas e Centros Comerciais

– Os centros comerciais vão estar fechados, podendo estar abertos os supermercados ou quiosques que estejam dentro das suas instalações.

– Todas as lojas de natureza não essencial estarão encerradas, dentro e fora dos centros comerciais.

Foto: @wikipedia.org
  • Supermercados e Mercearias

Abertos mas com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social. Foram também declarados novos horários, com algumas superfícies a encerrar às 19h. Para já, não será imposto o racionamento de bens.

  • Farmácias

Vão continuar abertos com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social. A maioria atende apenas por postigo ou à porta.

  • Bancos

Os bancos vão continuar abertos com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social. No entanto, devem aconselhar o recurso aos serviços online.

Foto: @ordemfarmaceuticos.pt
  • Serviços Públicos

– As Lojas do Cidadão estão encerradas. Recordamos que todos os documentos caducados após 24 de fevereiro – Cartão de Cidadão, carta de condução, etc. – serão válidos até 30 de junho.

– Mantêm-se abertos os postos de atendimento aos cidadãos, que estão descentralizados nas diferentes autarquias, mas com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social. Apenas será possível recorrer a alguns destes serviços presencialmente mediante marcação prévia eprivilegia-se o atendimento online e telefónico.

– No despacho emitido a 13 de março, a Câmara do Porto também decreta o encerramento de parques de estacionamento públicos e a suspensão de parcómetros em zonas exploradas pela Câmara Municipal do Porto (como forma de alternativa ao uso dos transportes públicos para quem não pode ficar em casa).

– Também os transportes públicos têm novas regras: a STCP suspendeu a venda de bilhetes diretamente no autocarro e a entrada deve ser feita pela porta de trás do veículo.

  • Postos de Combustível

Vão continuar abertos com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social.

Publicidade

  • Quiosques

Vão continuar abertos com limitações de frequência para assegurar o distanciamento social.

Foto: @porto.pt
  • Escolas

As escolas, universidades e creches estão encerradas até abril. As visitas a lares e prisões foram suspensas.

  • Bibliotecas

Todas as Bibliotecas Municipais estão encerradas desde 10 de março até, pelo menos, 3 de abril.

Foto: @cm-porto.pt
  • Monumentos e Museus

– Os monumentos mais visitados da cidade do Porto como a Livralia Lello, Serralves, a Torre dos Clérigos, o Museu da Misericórdia do Porto ou o Palácio da Bolsa estão encerrados até ao dia 3 de abril.

– Também o Jardim Botânico e todos os espaços culturais da Universidade do Porto foram encerrados.

– Todos os restantes museus estarão fechados.

  • Cinemas e Teatros

– O Cinema Trindade também decidiu parar a sua atividade até ao início do próximo mês.

– O Teatro Municipal do Porto, bem como a Galeria Municipal já tinham sido encerradas quando o plano de contingência foi ativado pela Câmara do Porto, pelo que a sua atividade se encontra suspensa até ao início de abril.

– Também o Teatro Nacional de São João e o Teatro Carlos Alberto encerram até ao dia 6 de abril, pelo que os espetáculos estão suspensos. As pessoas com bilhetes podem requerer o reembolso ou reagendamento.

– O Teatro Sá da Bandeira também suspendeu a atividade nas duas salas e a Casa das Artes cancelou a sua programação durante o mês de março.

– Todos os restantes cinemas e teatros estarão fechados.

Foto: @porto.pt
  • Parques públicos e Infantis

Segundo o despacho publicado pela Câmara do Porto a 13 de março, todos os parques murado da cidade estão encerrados e os parques infantis interditos. Estas medidas estendem-se até 9 de abril.

Também as piscinas públicas estão encerradas. Mercados não alimentares vão, igualmente, suspender a atividade até nova reavaliação.

  • Ginásios

Todos os ginásios estão encerrados.

Foto: unsplash.com/@dncerullo

Foto: @jpgbarbosa