×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Os cafés mais antigos do Porto

Carolina Bessa Carolina Bessa

majestic santa catarina

Estes são alguns dos cafés mais antigos da cidade e que ainda hoje estão de portas abertas para receber os mais curiosos.

São icónicos e parte da fachada do Porto. A sua beleza é irrefutável, bem como a sua história. Para além de locais a visitar, estes cafés também contam um pouco história da cidade.

Entre encontros e convívios, estes eram alguns dos locais escolhidos para discutir política, os desenvolvimentos da cidade, ou simplesmente juntar os amigos da faculdade para um momento de animação.

Com certeza conheces perfeitamente os que te vamos mostrar, mas será que sabes o que por lá se passou? 😉

1. A Brasileira

O café A Brasileira é um dos mais emblemáticos da cidade do Porto. Fundado em 1903 por Adriano Teles, este café veio instituir um novo hábito, muito enraizado atualmente: tomar café à chávena em locais públicos.

Para além de um espaço requintado, o café era a estrela, sendo que vinha diretamente do Brasil e era produzido na torrefação que Adriano abriu na cidade. Com o passar dos anos, o café foi ganhando notoriedade e passou a ser um local de passagem e convívio obrigatório para a elite portuense.

Era o café onde escritores, políticos, jornalistas, artistas e boémios se juntavam para discutir os assuntos culturais e do país da época.

A inscrição “O melhor café é o da brasileira” foi o slogan criado por Adriano Teles e ainda hoje permanece na parede.

Atualmente, o café pertence a um hotel de 5 estrelas do Grupo Pestana.

Morada: R. do Bonjardim 116, Porto

brasileira-agora
Café A Brasileira atualmente | Foto: @pestanaportoabrasileira
Café A Brasileira antigamente | Foto: flickr.com/ChristinaBranco

2. Guarany

O histórico café Guarany foi inaugurado em janeiro de 1933, quando começavam a surgir vários cafés no Porto. Na época pretendia-se renovar a Avenida dos Aliados, pelo que a sua café não foi escolhida ao acaso.

Estar na Avenida dos Aliados deu uma maior visibilidade ao espaço e lá começaram a juntar-se personalidades intelectuais e ecléticas da cidade. Assim, o Guarany tornou-se um importante local na Invicta.

O café Guarany mantém a mesma localização, inspiração eos seus traços históricos, sendo ainda um dos mais requintados espaços da cidade do Porto.

Morada: Av. dos Aliados 85 89, Porto

Publicidade

guarany agora
Café Guarany atualmente | Foto: flickr.com/RuiOrnelas
guarany antes
Café Guarany antigamente | Foto: @cafeguarany

3. Majestic

O Majestic não é um local estranho para ninguém. Localizado numa das principais ruas do Porto, este café conta a história da cidade desde 1921, altura em que foi inaugurado com o nome “Elite”.

O nome “Majestic” surgiu devido à combinação entre o glamour e a elite cultural parisienses que muito inspiravam a cultura portuguesa da altura. Assim, e uma vez que o espaço era característico da Belle Époque, com todo o seu charme, decidiu-se que Majestic retratava exatamente aquilo que o café representava.

A beleza café nunca passou ao lado de nenhum portuense, pelo que se tornou o local onde se reuniam as mais variadas personalidades para discutir assuntos políticos, artísticos e sociais com uma chávena de café.

O Café Majestic é, ainda hoje, um dos principais locais da cidade do Porto, tendo sido renovado, mas mantendo o estilo e charme que o caracterizavam na altura. É um dos cafés mais visitados pelos turistas que chegam à cidade do Porto.

Morada: Rua Santa Catarina 112, Porto

majestic 2020
Café Majestic atualmente | Foto: cafemajestic.com
majestic belle epoque
Café Majestic antigamente | Foto: cafemajestic.com

Estes são 3 dos mais icónicos e emblemáticos cafés da Cidade do Porto que ainda hoje têm as portas abertas. No entanto, outros tiveram igual importância na história e desenvolvimento da sociedade e cultura portuenses.

O Café Ceuta foi um dos principais cafés da cidade. Inaugurado nos anos 50, este café foi palco das mais variadas discussões políticas. Atualmente está encerrado, mas prevê-se a reabertura já em Março.

Um outro dos principais e mais antigos cafés da cidade era o Café Progresso. Abriu pela primeira vez em 1899 e era conhecido, entre outras razões, pelo café de saco. Hoje está encerrado e tornar-se-á o famoso restaurante Cafeína Downtown.

Para além destes, não podiam faltar referências ao Café Aviz, que ainda hoje se mantém aberto e tradicional, ao Café Âncora d’Ouro, mais conhecido por Piolho, e ao café Luso, renovado e a funcionar.

Entre muitos outros, estes são os principais e mais antigos cafés do Porto. Todos eles conheceram várias personalidades que fizeram diferença na história e no desenvolvimento político e cultural da cidade.

Foto de capa: flickr.com/SergioZeiger

O Que Fazer