×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

10 curiosidades sobre o Vinho do Porto que vais querer saber

Carolina Bessa Carolina Bessa

10 curiosidades sobre o Vinho do Porto que vais querer saber

O Vinho do Porto é dos mais conhecidos do mundo.

Tem o nome da nossa cidade, mas não é apenas aqui que se cinge o Vinho do Porto. É produzido ao longo do Rio Douro, na zona apelidada de Douro Vinhateiro, pois é aqui que se encontram as vinhas, adegas e lagares. Contudo, este depois é trazido para Vila Nova de Gaia para envelhecer. 

O Vinho do Porto tem uma história extensa e é apreciado nos quatro cantos do mundo. Hoje, prestamos-lhe homenagem e deixamos aqui 10 curiosidades que vais gostar de conhecer. 

1. Há 5 tipos de Vinhos do Porto diferentes

As diferenças residem no tipo de produção e tipo e tempo de envelhecimento, que lhes conferem características diferentes. São eles:

  • Vinho do Porto Ruby
  • Vinho do Porto Tawny
  • Vinho do Porto Branco
  • Vinho do Porto LVB (Late Bottled Vintage)
  • Vinho do Porto Vintage
unsplash @maksymkaharlytskyi

2. As vindimas são feitas à mão

Mesmo com toda a tecnologia já desenvolvida, as vindimas no Douro continuam a ser feitas manualmente. Para além disso, também a pisa das uvas é realizada na forma tradicional (o que torna o processo e o próprio vinho ainda mais especial!).

@churchills_port

3. Ferreirinha, a “mãe do Douro”

Com certeza conhecem as Caves Ferreira, no Cais de Gaia. Pois bem, é esta mesma Ferreirinha de quem falamos agora. D. Antónia teve um papel importante e fulcral na produção e inovação do Vinho do Porto, tendo dedicado parte da sua vida ao seu cultivo e produção.

É uma figura famosa e acarinhada pelos produtores e amantes de Vinho do Porto.

flickr.com/David Samuel Santos

4. A região do Douro é património da UNESCO

Em 2001, a região do Alto Douro Vinhateiro, onde se produz o conhecido Vinho do Porto, foi considerada Património Mundial da UNESCO. 

@sandemanport

5. Esta é a região mais antiga do mundo

Não apenas é o Vinho do Porto cheio de traços e características especiais, como também todos os detalhes à sua voltam contribuem para um produto verdadeiramente único.

Publicidade

A região vinícola do Douro é a mais antiga do mundo e foi criada por volta de 1756 por Marquês de Pombal.

6. Os barcos rabelos transportavam o vinho até Vila Nova de Gaia

Por isso eles são tão especiais e um símbolo da cidade do Porto. Era nestes barcos que eram transportados os barris com Vinho do Porto para envelhecerem em Vila Nova de Gaia, antes de existirem as linhas de caminho de ferro ou os meios de transporte de que hoje dispomos.

@calemporto

7. O xisto tem muito importância na sua produção

É verdade, por isso a zona Vinhateira do Douro reúne tão boas condições para a produção deste vinho. O xisto armazena calor durante o dia e distribui esse calor pelo solo ao final do dia, quando refresca. Para além disso, faz o mesmo com a chuva, armazenando a água, pelo que permite o desenvolvimento sustentado das videiras.

@niepoortvinhos

8. A comercialização do Vinho do Porto é controlada

Nem todos podem comercializar este vinho. Há uma avaliação que deve ser feita, tendo em conta a vinha, a sua inclinação e exposição solar. Depois, há uma escala qua vai de A a F, tendo em conta os resultados. Os comerciantes que obtenham o grau A podem vender, anualmente, mais do que os de grau F, por exemplo.

9. Grande parte da produção de vinho do Porto é exportada

No ano passado, 2019, foram exportadas cerca de 81 milhões de garrafas de Vinho do Porto, atingindo um novo recorde. As exportações constituem uma importante fatia no total das vendas, e em 2018 estas representavam à volta de 81% do volume de negócios.

@taylorsportwine

10. Diferentes variedades de uva

Há cerca de cinco ou seis diferentes castas de alta qualidade, que são privilegiadas na produção do vinho do Porto. Contudo, existem cerca de 30 variedades de uvas que podem ser usadas na sua produção.

@grahams_port

Descobre curiosidades sobre os Clérigos

Foto de capa: churchills_port

O Que Fazer