×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Conheces as Escadas do Codeçal? E a sua história?

Carolina Bessa Carolina Bessa

escadas do codeçal

São mais de 400 degraus que ligam a Sé à Ribeira.

O encanto do Porto está nas sua ruas e ruelas, escadas e escadarias e, portanto, não podemos deixar de falar aqui das Escadas do Codeçal. Ligam a Sé e a Ribeira e, como muitas outras ruas do Porto, que aqui já mencionamos, como a Rua Escura ou a Rua da Bainharia, também a sua história conta parte da história da nossa cidade.

Descer por estas escadas é quase como fazer uma viagem pelo passado (moderno) do Porto. Para além de conseguirmos absorver o a cidade tem de pitoresco, também aqui iremos encontrar uma mostra de arte urbana que, nos últimos anos, tem embelezado a Invicta.

É, por isso, um passeio bonito que convidamos a fazer. Para além de locais “secretos” do Porto que vais descobrir, será também uma viagem por um dos capítulos da história do Porto, que vale sempre a pena rever.

escadas do codeçal
flickr.com/Filipe Ribeiro

A história das Escadas do Codeçal

Sobre a origem do seu nome não há documentação oficial. Contudo, julga-se que será a palavra “cadouço” que lhe dará o nome, sendo que esta significa “esconderijo” ou “covão”. Contudo, há também quem entenda que deriva de “codessal”, um local onde crescem codessos (arbustos de leguminosas que existem em Portugal).

Toponímias à parte, a história destas escadas remonta à época medieval, tempo em que o Porto estava circundado pela Muralha Fernandina. Por isso, estas são escadas ancestrais, onde por aqui muito passou, desde os primórdios da nossa cidade.

Publicidade

Era aqui que estava instalado, por volta do século XVIII, o chamado Recolhimento de Ferro, um edifício cujas fachadas ainda encontramos quando descemos estas escadas. De estilo barroco, este edifício de cariz religioso era conhecido por acolher prostitutas e mulheres abandonadas.

O edifício acabou por ser abandonado por conta das Invasões Francesas e Lutas Liberais, tendo sido, durante muito tempo (e como aconteceu com muitos edifícios na cidade do Porto), deixado ao abandono por completo.

Tal como o edifício, que foi entretanto recuperado e funciona, hoje, como propriedade da Junta de Freguesia da Sé, também as Escadas do Codeçal foram alvo de destruição, devido à construção do túnel da Ribeira e, antes disso, obras do tabuleiro inferior da Ponte Luiz I. Ainda assim, estas encontram-se hoje recuperadas, tendo sido projeto no âmbito do programa “Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura”.

Conhece a história da Rua do Almada

Foto de capa: flickr.com/andrelima

O Que Fazer