×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
O Que Fazer

A história da francesinha (e bons restaurantes para experimentar)

By Carolina Bessa

francesinha

É um prato emblemático da cidade do Porto.

Não há portuense que nunca tenha experimentado e raro será aquele que não aprecia uma boa francesinha. Este é um prato típico da cidade Invicta, juntamente com as tripas, e não é difícil encontrar restaurantes no Porto que tenham este petisco no seu menu.

Há diferentes histórias à volta da origem da francesinha e é comum andar pelas ruas da cidade e ver “Aqui nasceu a Francesinha”. Mas onde terá sido realmente? E o que faz deste prato algo tão maravilhoso?

Foi precisamente a resposta a estas questões que fomos tentar descobrir. E claro, deixamos também algumas sugestões de bons restaurantes para comer uma boa francesinha.

A sua origem

Segundo reza a lenda, e esta será a mais conhecida história na cidade do Porto, a primeira francesinha nasceu na cervejaria “A Regaleira”, na rua do Bonjardim, por volta de 1950. Foi Daniel David Silva, um emigrante em França, que desenvolveu a receita na Invicta, inspirado numa sanduíche francesa de nome croque-monsieur.

Consta-se que Daniel David Silva ficou inspirado por este prato francês e decidiu adaptá-lo aos sabores e paladar português, tendo, então, incluído carnes e queijo. Diz-se que nos seus primórdios a composição da francesinha era diferente da atualidade, mais simples, incluindo apenas carnes e queijo. Atualmente, porém, já vemos francesinhas com ovo, batata, vegetariana ou até com marisco.

Mas, voltando ao início, este prato rapidamente se mostrou uma aposta de sucesso uma vez que, para além de saboroso, também a sua confeção era barata, pelo que mais restaurantes na cidade começaram a cozinhá-lo e apresentá-lo aos seus clientes.

Em relação ao nome…

Pois bem, esta será mais uma história que se fica por lendas e teorias. Se por um lado se diz que é uma adaptação da sanduíche francesa e o nome resulta daí mesmo, por outro fala-se numa forma de Daniel David Silva se lembrar das mulheres francesas, que eram mais atrevidas e picantes do que as mulheres portuguesas da época.

Publicidade

O que leva a francesinha

Independentemente da sua história, a verdade é que a francesinha é um prato típico do Porto e que tem vindo a conquistar cada vez mais apreciadores. Atualmente há já muitas variações da tradicional, para que todos tenham a possibilidade de usufruir deste petisco.

Ainda assim, esta é a receita original:

  • Pão bijou
  • Uma fatia de queijo
  • Salsicha fresca
  • Linguiça Fresca
  • Bife
  • Outra fatia de queijo
  • Termina-se com outra fatia de pão bijou

Depois de montada, a sanduíche é regada com o molho característico (e esse sim, permanece em segredo). Cada restaurante tem a sua receita e há também a possibilidade de experimentar fazer, ou comprar já feito para cozinhar em casa.

5 bons restaurantes para comer uma francesinha no Porto

Aqui fazemos apenas uma curta seleção, uma vez que existem muitos mais (e bons) espalhados pela cidade.

  • Café Santiago, na Rua de Passos Manuel 226, 4000-382 Porto
  • Yuko, na Rua de Costa Cabral 2331, 4200-232 Porto
  • Brasão, na Rua de Ramalho Ortigão 28, 4000-035 Porto
  • Cufra, na Av. da Boavista 2504, 4100-119 Porto
  • Lado B, na Praça do Bom Sucesso 74-90 Loja 025, 4150-145 Porto

E bifanas? Descobre onde comer as melhores

Foto de capa: flickr.com/Jason