×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Maravilhas gastronómicas: 7 pratos típicos do Porto e Norte

Carolina Bessa Carolina Bessa

Maravilhas gastronómicas: 7 pratos típicos do Porto e Norte

É sabido e bem sabido que no norte se come bem (e com fartura!).

relíquias gastronómicas no norte de Portugal que fazem bem valer uma pena uma viagem só para as experimentar. 

Não faltam petiscos para nos deliciarmos e hoje trazemos-te alguns pratos típicos do Porto e norte do país para te inspirar para uma refeição especial! Vais, certamente, ficar com água na boca!

Aqui deixamos-te apenas algumas ideias, mas garantimos que são deliciosas. Deves experimentá-las pelo menos uma vez na vida. Mas deixamos o aviso: nunca será apenas uma vez. Depois da primeira, não vais resistir!

1. Francesinha

A Francesinha é um prato típico da cidade do Porto e consiste numa sanduíche com carne de vaca, linguiça, salsicha fresca, queijo e molho. Há muitas variações das francesinha. Em alguns restaurantes, por exemplo, substituem o bife de vaca por carne assada e já existem versões da francesinha para vegetarianos e veganos. No entanto, o ingrediente essencial e mais importante é o molho

Cada restaurante tem a sua própria receita, uns mais picantes, outros mais adocicados; há quase que um molho para todos os gostos e, por isso, uma francesinha perfeita para qualquer um!

É difícil confirmar qual a Francesinha original, mas reza a lenda que nasceu no restaurante A Regaleira (que infelizmente já encerrou). O dono, Daniel David Silva, foi emigrante em França, voltou ao seu país, abriu este espaço e inventou este prato. 

Quanto ao nome, diz-se que está relacionado com a sua inspiração, o croque monsieur francês, uma sanduíche semelhante à Francesinha sem as carnes e o molho. A ideia terá sido adaptar este prato à gastronomia portuense, amante de comidas quentes e paladares fortes. 

Uma coisa é certa: bendita invenção! No Porto (e algumas outras cidades no norte do país), encontra-se este prato em qualquer esquina. Ficam aqui 3 sugestões de onde encomendar este petisco portuense!

Café Santiago
🗺️R. de Passos Manuel 226, Porto

Cervejaria Brasão
🗺️R. de Passos Manuel 205, Porto

Taberna Londrina
Porto
🗺️Estrada Exterior da Circunvalação – em frente ao Hospital de S.João

Guimarães
🗺️Av. de Londres 2C, Guimarães
francesinha

Foto: flickr.com/vihuang

2. Tripas à moda do Porto

Não apenas é um prato emblemático da cidade, como está na origem do apelido dos habitantes do Porto: tripeirosCá no Porto comemos tripas e com vontade e orgulho e, reza a história, já as comemos desde o tempo dos descobrimentos!

As tripas à moda do Porto são um prato com feijão onde não podem faltar o salpicão, as carnes, a orelheira, a mão de vaca, chouriça e, claro, as tripas. É um prato, normalmente, acompanhado de arroz branco. 

Ideal para um almoço de domingo, onde se juntam família e amigos e se cozinha num grande panelão, a história deste prato portuense remonta a 1415, tempo do rei D. João I. Diz-se que o monarca, juntamente com os seus dois filhos, preparava uma expedição a Ceuta para tomar a cidade, pelo que D. Henrique ficou encarregue de preparar as navegações no Douro e D.Pedro de fazer o mesmo no Tejo. 

Assim, e no sentido de servir e apoiar o Infante nesta jornada, a cidade doou todos os seus bens alimentares à frota, ficando apenas com as miudezas e as tripas

O prato surge com a criatividade dos portuenses de transformarem “os restos” num prato saboroso e que é hoje um dos mais tradicionais da cidade.

Tal como a francesinha, é fácil de encontrar restaurantes no Porto que sirvam as famosas tripas. Eis 3!

Pombeiro
🗺️R. do Cap. Pombeiro 218, Porto

Abadia
🗺️R. do Ateneu Comercial do Porto 22, Porto

A Cozinha do Manel
🗺️Rua do Heroísmo 215, Porto

tripas
Foto: flickr.com/TastingBritain

3. Rojões

Os rojões são um prato que se come em várias zonas do país, mas são mais tradicionais do Minho.

É um prato de carne de porco aos pedaços, sem osso, que se acompanha de chouriças de sangue, tripas enfarinhadas e sangue do porco cozido, cortado em tiras fininhas para acompanhar.

É um prato normalmente servido com arroz ou papas de sarrabulho ou arroz branco. Para experimentares uns bons rojões, deixamos-te estas sugestões.

Casa Nanda
🗺️Rua da Alegria 394, Porto

Restaurante Cruz Sobral
🗺️Campo das Hortas 7/8, Braga

Camelo
🗺️Rua de Santa Marta N.119, Estrada Nacional Nº. 202, Portuzelo, Viana do Castelo

rojoes

Foto: flickr.com/MunicípioPontedeLima

4. Sarrabulho

Tal como os rojões, o sarrabulho é um prato que tradicional português que se encontra em todo o país, mas é mais comum no norte, especialmente em Ponte de Lima.

Publicidade

Seja em forma de arroz ou papas, esta refeição está associada à reunião e convívio de família e amigos e acontece após a matança do porco, aproveitando o seu sangue. Para além do sangue, o sarrabulho caracteriza-se por usar “os miúdos” do porco, como o coração, fígado a língua ou a goela e por um forte tempero à base de cominhos.

É um prato quente e farto e para verdadeiros apreciadores. Se é um deles, aqui tens três restaurantes maravilhosos para comer Sarrabulho.

O Açude
🗺️Centro Náutico de Ponte de Lima, Arcozelo, Ponte de Lima

Taxca
🗺️Rua da Picaria 26, Porto

Casa de Pasto Maria de Perre
🗺️Rua Viana 118, Viana do Castelo

sarrabulho

Foto: flickr.com/PortoConvention&VisitorsBureau

5. Lampreia

A lampreia é um prato tradicional português que ganha cada vez mais adeptos. Mais típico no Alto Minho, há até festivais dedicados a esta iguaria e a forma mais comum de se comer é com arroz (o chamado Arroz de Lampreia).

O início do ano (janeiro e fevereiro) é a altura perfeita para se deliciar com este prato. Assim, deixamos algumas sugestões para os apaixonados ou para os mais aventureiros e que se querem arriscar nesta aventura da lampreia.

O Gaveto
🗺️R. Roberto Ivens 824, Matosinhos

Casa das Lampreias
🗺️EN 106 – Torre, Entre-os-Rios

O Moinho
🗺️Largo do Corro 1, 4980-614 Pte. da Barcalampreia

Foto: flickr.com/RobertGrant

6. Feijoada à Transmontana

Comida tradicional de Domingo, este prato tem origem no norte de Portugal, para os lados de Vinhais.

Tradicionalmente cozinha-se com feijão encarnado e, para além das carnes, não podem faltar os enchidos e as couves. Acompanha-se com arroz branco ou arroz de forno.

É um prato rico em gorduras e legumes e, essencialmente, quente, pelo que se percebe a sua origem em Trás-os-Montes! Por todo o Norte é fácil encontrar sítios para comer uma boa feijoada á transmontana, seja no Porto ou a uma curta viagem da Invicta. Aqui ficam 3 ideias.

O Buraco
🗺️Rua do Bolhão 95, Porto

O Nordeste Transmontano
🗺️R. da Rasa 834, Vila Nova de Gaia

Restaurante El Rei D. Afonso
🗺️Praça de São Tiago 20, Guimarães
feijoada a transmontana

Foto: flickr.com/TastingBritain

7. Enchidos

O Norte é conhecido pelo fumeiro, e por isso não podiam faltar os enchidos nesta lista. Seja a a acompanhar ou como prato principal, há mil e uma formas de nos deliciarmos com todos estes maravilhosos enchidos!

Seja uma alheira com ovo, uma tábua de enchidos para petiscar durante a tarde ou na feijoada, este é definitivamente um dos pratos a provar quando se está no norte do país.

Não falamos apenas dos mais conhecidos, quanto mais subimos, mais maravilhas descobrimos. Não percas a oportunidade de experimentar a alheira de Mirandela ou o butelo para os lados de Bragança.

Se te abrimos o apetite, mas não sabes por onde começar, fica com estas sugestões.

Tábua Rasa
🗺️Rua da Picaria 68, Porto

O Pote
🗺️R. Alexandre Herculano 186, Bragança

A Adega
🗺️Av. 25 de Abril 866, Mirandela
enchidos

Foto: flickr.com/JoaoCaetanoDias

Foto de capa: flickr.com/TastingBritain

Gastronomia O Que Fazer